Pesquisar este blog

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Exposição Água, em cartaz no Museu Histórico Nacional, no Rio de Janeiro

Água é uma itinerância da mostra Água na OCA, que esteve em São Paulo entre 2010 e 2011, 
com público de 201.320 pessoas
Luciano Milhomem - Instituto Sangari

Doce ou salgada, abundante ou escassa, aliada ou adversária, pura ou poluída, líquida
 ou impenetrável, a água cobre cerca de 70% da área da Terra na forma de oceanos,
 mares, rios, lagos e geleiras. É fundamental para a existência do ser humano e
 de todos os organismos vivos. A exposição Água trata justamente dessa relação
 entre a água e o planeta, enfatizando o que essa substância representa para o Brasil
 e sua população, detentores do maior manancial aquífero do Globo.
Em cartaz no Museu Histórico Nacional, no Rio de Janeiro, de 23 de novembro até 22 de março,
 Água tem curadoria artística de Marcello Dantas e científica de Gustavo Accacio e Mário D. Domingos.
Aliando ciência, arte e tecnologia, a mostra apresenta instalações interativas, obras de arte,
 peças de acervo museológico, aquários virtuais e instalações audiovisuais, que ocupam
 os 1000m² do Museu de História Natural do Rio de Janeiro. Idealizada e realizada pelo
 Instituto SangariÁgua tem patrocínio da IBM e copatrocínio da AMIL e
 doMovimento Cyan da AMBEV.
Água é uma itinerância da mostra Água na OCA, que esteve em São Paulo entre 2010 e 2011,
 com público de 201.320 pessoas.
Entre outras questões, a mostra aborda os problemas relacionados à qualidade e à 
disponibilidade desse recurso na sociedade e nos ecossistemas. A exposição também
 sugere ações para o uso sustentável da água e pretende chamar a atenção para o modo
 como as pessoas em geral utilizam os recursos hídricos.
Programa educativo
Como em todas as exposições do Instituto Sangari, desenvolve-se um Programa
 Educativo diferenciado, que visa estimular o interesse de alunos e professores pelo assunto 
da mostra e fazer com que esse público se aproprie do conhecimento e aplique
 o que foi aprendido em seu cotidiano. O programa inclui:
·         Monitoria: Visitas guiadas com educadores para escolas e grupos.
·         Material Educativo: Distribuído aos educadores e alunos para o enriquecimento
 das visitas e aulas.
·         Laboratórios de Aprendizagem: Atividade prática voltada para os alunos, 
que visa instigar a curiosidade, a capacidade de observação e reflexão sobre os
 fenômenos observados.
O programa educativo será de 27 de fevereiro a 16 de março de 2012.
Curadoria
Água tem dois tipos de curadoria, uma científica e outra artística. Seguem informações
 sobre os curadores.
Curador artístico
Marcello Dantas— Designer, documentarista e artista multimídia, é formado em
 Cinema e Televisão pela New York University e pós-graduado em Telecomunicações.
 Estudou História da Arte e Teoria de Cinema em Florença, na Itália, e Relações
 Internacionais e Diplomacia em Brasília.
Em seu currículo, incluem-se prêmios de melhor documentário na Bienale Internationale
 du Film Sur L’Art, do Centro Georges Pompidou, em Paris, e o prestigioso ID Design
 Award, da Business Week. Foi responsável pela curadoria da exposição Bossa na OCA
 e direção artística do Museu da Língua Portuguesa.
Curadores científicos
Gustavo de Mattos Accacio— Biólogo, doutor em Zoologia pela Universidade de São Paulo (USP),
 com tese na área de fragmentação ecossistêmica e biologia da conservação. 
Accacio é consultor ambiental desde 1993, atuando como especialista em biodiversidade,
 em estudos de impacto ambiental, planos de manejo, gerenciamento ambiental e
 planejamento sistemático da conservação.
Mario Domingos — Doutor em Ciências da Engenharia Ambiental pela Universidade
 de São Paulo, atualmente é professor titular da Universidade de Santo Amaro,
 da Universidade Cidade de São Paulo, professor adjunto das Faculdades Integradas 
de São Paulo e da Universidade Metodista de São Paulo.
Renato Kipnis- Bacharel em História pela Universidade de São Paulo,
 Ph.D. em Antropologia/ Arqueologia, pela University of Michigan – Ann Arbor,
 e pós-doutorando pela Universidade de São Paulo. Coordenador de projetos
 e estudos em arqueologia e patrimônio histórico-cultural da Scientia Consultoria Científica.
 Tem vários artigos publicados e participações em congressos de arqueologia e
 ecologia, inclusive como organizador de simpósios temáticos.
Organizadores
Fundado em 2003, o Instituto Sangari tem como missão democratizar o acesso ao
 conhecimento e promover a cultura científica como instrumento de inclusão social
 e de cidadania. Com esse foco, realiza projetos que articulam Ciência, Cultura e
 Educação e utiliza diversos recursos para criar experiências lúdicas e educativas,
 primando pela interatividade e pelo olhar artístico. Para concretizar essas iniciativas,
 o Instituto Sangari firma parcerias com órgãos públicos, organizações do terceiro setor
 e empresas privadas. A parceria com o Museu de História Natural de Nova York
 é um exemplo de sucesso, que trouxe ao Brasil, com total exclusividade,
 as mostras DarwinRevolução Genômica, EinsteinÁgua que juntas receberam
 mais de um milhão de visitantes. 
O Museu Histórico Nacional, criado em 1922, é um dos mais importantes museus do Brasil.
 Reúne um acervo de 349.067 itens, entre os quais a maior coleção de numismática da América Latina.
 O conjunto arquitetônico que abriga o Museu desenvolveu-se a partir do Forte de Santiago,
 na Porta do Calabouço, um dos pontos estratégicos para a defesa da cidade do Rio de Janeiro.
Patrocinadores
Patrocínio: IBM
Copatrocínio: AMBEV/Movimento Cyan e Amil
Apoio: LatinStock, Petrobrás, Museu do Índio.
Projeto com incentivo da Lei Rouanet.

Museu Histórico NacionalPraça Marechal Âncora - Próximo à Praça XV
20021-200 - Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (0xx21) 25509220 / 25509224
Horários
De 3ª a 6ª Feira - das 10h às 17 h 
Sábados, Domingos e Feriados - das 14h às 18 h
Fechado  às segundas-feiras; dias 24, 25 e 31 de dezembro de 2011; 01 de janeiro
 e 18, 19, 20, 21 e 22 de fevereiro de 2012.
Ingressos
Inteira: R$ 20,00
Meia: R$ 10,00 (estudantes, professores e idosos de 60 a 65 anos - 
mediante apresentação de documento ou carteirinha da instituição)
Escolas agendadas: R$ 16,00 por aluno*
Domingos – preço especial:
Inteira: R$ 14,00
Meia: R$ 7,00 (estudantes, professores e idosos de 60 a 65 anos -
 mediante apresentação de documento ou carteirinha da instituição).
No segundo domingo de cada mês, a entrada é gratuita.
Entrada gratuita(mediante comprovação): Crianças de até cinco anos de idade; 
maiores de 65 anos; sócios doInternational Council of Museums – ICOM;
 guias de turismo e estudantes de museologia.
Escolas públicas agendadas:  isentas de pagamento
*O valor garante o acesso aos seguintes serviços do Programa Educativo
  • Horário reservado para a visita guiada
  • Visita guiada por monitores especializados
  • Material do aluno para cada um dos participantes
  • Material do professor para professores acompanhantes.
     
CONTATOS
Dúvidas, críticas ou sugestões: aguariodejaneiro@institutosangari.org.br
Imprensa: luciano.milhomem@sangari.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário