Pesquisar este blog

terça-feira, 5 de junho de 2012

Inep divulga resultados da Prova Brasil para gestores educacionais


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas EducacionaisAnísio Teixeira (Inep) divulgou nesta segunda, dia 4, os resultados preliminares do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica - SAEB/Prova Brasil 2011. Os dados estão acessíveis a gestores educacionais, que podem consultá-los utilizando o login e a senha do Educacenso, por meio do Sistema de Divulgação online, disponível na página eletrônica do Inep.
Os diretores de escola e secretários municipais e estaduais de educação têm até 13 de junho deste ano para solicitar ao Inep eventuais correções nas médias de desempenho, através da interposição de recursos. A partir dessa data, os dados estarão disponíveis a toda a sociedade. No caso da Prova Brasil, aplicada a estudantes de 5º e 9º anos, ainda pode ser observado o desempenho específico das escolas públicas urbanas do país.
O recurso a ser interposto por gestores ao Inep deve ocorrer por meio de ofício assinado pelo diretor da escola ou secretário municipal ou estadual de educação com as justificativas que fundamentem a solicitação de correção. Os ofícios deverão ser digitalizados, anexados e enviados por meio de formulário eletrônico. Só serão aceitos recursos encaminhados por meio eletrônico.
A Prova Brasil e o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb) servem para avaliar o sistema educacional brasileiro, a partir de testes padronizados e questionários socioeconômicos. Professores e diretores das turmas e escolas avaliadas também respondem a questionários que coletam dados demográficos, profissionais e de condições de trabalho. A partir das informações do Saeb e da Prova Brasil, o Ministério da Educação e as secretarias estaduais e municipais de Educação podem definir ações voltadas ao aprimoramento da qualidade da educação no País e a redução das desigualdades. As médias de desempenho nessas avaliações também subsidiam o cálculo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).
Com informações da Agência Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário